OMXA

Logo da Ordem

A Ordem Mística Xamânica Buscadores da Divina Luz, fundada em 19 de janeiro 2012 em Recife/PE, é uma organização religiosa que tem como objetivo a prática de rituais Místicos e Xamânicos de forma universal, no resgate de seus sentidos em suas culturas e tradições de origem, respeitando as limitações e crenças pessoais dos praticantes. Respeita a condição de aprendiz do Ser Humano, sujeito a diversas encarnações na Busca pela elevação espiritual. Tem o caráter Divino da Luz que se busca, ou seja, aquela que não nos cega, mas que revela nosso caminho e missão no Cosmos.

A Ordem é constituída de pessoas de ambos os sexos, que acreditam no Ser Divino, em suas manifestações femininas e masculinas, e na Centelha Divina presente em todos os Seres. Acreditam que através do Amor, da Confiança, da União, do Respeito e da Solidariedade, podemos evoluir como Seres de Luz e nos fundir ao Amor Divino.  São considerados membros da Ordem as pessoas que desejem espontaneamente se dedicarem aos trabalhos realizados na mesma e pela mesma.

 A OMXA tem por finalidade: Celebrar ritos de passagens; solstícios, equinócios e lunações; realizar ritos de purificação, cura e autoconhecimento; Realizar aulas teóricas e práticas de cunho místico-xamânico; Estimular a comunhão e a fraternidade entre seus membros, convidados e demais instituições misto religiosas; Promover a elevação moral e espiritual, o desenvolvimento de dons e virtudes pessoais, expansão da Consciência Universal e a integração cósmica de seus membros e Buscadores;  Difundir o Amor como instrumento divino da harmonia universal; Promover a Paz e o Respeito entre os Seres, neste plano e nos demais; Promover o Respeito ao Planeta em que vivemos, através da educação ambiental; Prestar auxílio espiritual e material, através de ações próprias ou em conjunto com entidades filantrópicas e Criar programas filantrópicos de assistência social e de educação.

Para atingir os fins a que se destina, a Ordem promove a Busca do Caminho Pessoal de seus membros e de convidados, através de vivências individuais ou coletivas, celebrações e rituais próprios, ensino e pesquisa dos ensinamentos das religiões antigas, deuses e dogmas, trazer mestres de varias origens para divulgar seus trabalhos, sempre com a supervisão da xamã responsável, cuja função é guiar e facilitar o processo de busca.

As práticas vivenciais e celebrações desta Ordem poderão contar com o auxilio de plantas enteógenas – plantas de poder tais como a Ayahuasca – que no xamanismo são percebidas como sacramento de alguns rituais e facilitadoras nas vivências com estados alterados de consciência. As Plantas de Poder aumentam a percepção, a acuidade visual e auditiva, e transportam o praticante para outras camadas vibracionais ou dimensões. A experiência é individual, algumas pessoas tem visões, outras canalizam mensagens, fazem regressões, recebem insights, recebem soluções para seus problemas com maior claridade, percebem as causas de suas doenças, recebem cura, se conectam a arquétipos, aos mitos, aos medos, traumas, símbolos que estão no inconsciente coletivo, visualizam entidades, viajam astralmente, etc..

Por princípios da Ordem, em nossa práxis é absolutamente vetado as práticas que impliquem em sacrifício animal, atentem contra à ordem pública, ou estejam em desacordo com a legislação civil e penal vigentes em nosso pais.